As incongruências da vida ou as mudanças de pequeno a grande

Quando somos pequenos, pegam-nos ao colo, às vezes durante muito tempo, até ouvirem um sonoro arroto. Só aí ficam satisfeitos. Quando somos grandes, se distribuirmos pela comunidade um sonoro arroto somos nojentos.

Quando somos pequenos e vomitamos (parece que se chama bolçar), correm para nós, coitado do menino (também se aplica às meninas), e limpam-nos. Quando somos grandes e bolçamos (parece que se chama vomitar), todos se afastam de nós e somos nojentos.

Quando somos pequenos somos uns amores e todos querem estar connosco. Quando somos grandes somos uns chatos e todos se afastam de nós.

Envelhecer é fodido.

Anúncios
As incongruências da vida ou as mudanças de pequeno a grande