SCUTs e a esperteza saloia

portagem

Os elementos do PS na Câmara do Porto tiveram uma ideia genial. Como não estão em posição confortável para contrariar o governo PS na questão da cobrança de portagens nas SCUT, os vereadores do PS sacaram um trunfo da manga: que a empresa responsável pelo Sistema de Identificação Electrónica de Veículos (SIEV) tenha sede no Porto e não em Lisboa como previsto na sua constituição.

É uma espécie de “se não tens cão, caça com gato”. Talvez uma compensação. A malta rica do Porto e do Norte tem de pagar portagens que os pobres de outras regiões, como o Algarve, não têm, por isso ficamos menos incomodados se a sede da empresa ficar na Invicta.

Na realidade, em vez da metáfora do gato e do cão, que serve de justificação política, talvez seja melhor lembrar aquela de “com papas e bolos se enganam os tolos”. Pagamos, mas sempre temos a sede da empresa no Porto. Se assim for, seremos todos mais felizes.

Anúncios
SCUTs e a esperteza saloia

Um pensamento sobre “SCUTs e a esperteza saloia

Os comentários estão fechados.