Vozes além túmulo

tumulo

Sim, a morte é mesmo o fim. Não que signifique o mesmo para todos, porque há aqueles que, mesmo depois de mortos, ainda continuam a deixar as suas marcas, seja por terem filhos, executado obras para além da mortalidade ou porque quisseram marcar o seu túmulo com mais que a simples data de nascimento e morte.

Raul Solnado, recentemente falecido, queria que lhes escrevessem “Aqui jaz Raul Solnado, muito contra a sua vontade”. Mel Blanc, o homem que emprestou a voz a Bugs Bunny, aplicou um inevitável “That’s all folks”. Mas há muitos exemplos de túmulos bem humorados, num sinal de que tudo o que começa tem mesmo um fim e nem sempre precisa de ser uma tragédia.

Anúncios
Vozes além túmulo