E o Globo de Ouro foi para… “Avatar”. Oh, que surpresa!

“Avatar” foi o grande vencedor dos Globos de Ouro, destronando o favorito – de alguns – “Up in the Air” (Nas Nuvens) que estava nomeado para seis categorias. James Cameron venceu o troféu para Melhor Realizador, repetindo o feito de 1997, com “Titanic”. É a indústria de Hollywood e o 3D a ganharem terreno e a marcarem uma tendência para os próximos anos.

Jcameron_globes_1801

O filme “Crazy Heart” valeu a Jeff Bridges o troféu de Melhor Actor Dramático. Foi o primeiro prémio da sua carreira, quase sempre feita de papéis secundários. Concorria contra George Clooney, Colin Firth, Morgan Freeman e Tobey Maguire. Sandra Bullock, mais conhecida pelos seus dotes em filmes cómicos, foi considerada a melhor actriz em filme dramático por “The Blind Side”.

Ainda na comédia, Robert Downey Jr, em “Sherlock Holmes”, arrecadou pela terceira vez uma estatueta. A já tradicional nomeação de Meryl Streep, desta vez redundou em prémio. Ganhou pela sétima vez, agora por “Julie&Julia”. “O laço branco” venceu na categoria de Melhor Filme Estrangeiro e “Up – Altamente” dominou o prémio de melhor animação.

Na televisão, “Dexter” foi a sérié que mais se destacou nos Globos de Ouro atribuídos pela Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood. É certo que perdeu o prémio de Melhor Série Dramática para o já crónico vencedor, “Mad Men”.

Mas Michael C. Hall, que interpreta o serial killer Dexter Morgan, obteve a sua primeira vitória nos Globos de Ouro. Antes, John Lithgow, elemento fulcral na quarta temporada da série, recebeu o prémio de Melhor Actor Secundário. Michael C. Hall foi receber o prémio com a cabeça coberta, na sequência dos tratamentos que efectuou a um cancro finfático.

“Glee” foi eleita a Melhor Série de Comédia ou Musical. Alec Baldwin (que esteve ausente) venceu o Globo de Ouro de Melhor Actor de Comédia, por “30 Rock”, enquanto Toni Colette venceu na componente feminina por “As Taras de Tara”. Em drama, Julianna Marguliesganhou por “The Good Wife”. A Melhor Actriz Secundária foi Chloe Sevigny, de “Big Love”.

Anúncios
E o Globo de Ouro foi para… “Avatar”. Oh, que surpresa!