Ucrânia proibiu “Bruno”

A Ucrânia proibiu a exibição de "Bruno", comédia de Sacha Baron Cohen sobre um repórter de moda austríaco gay. As autoridades argumentam com as cenas de nudez e sexo homossexual, disse o Ministério da Cultura. O ex-Estado soviético já tinha proibido "Borat", a sátira anterior de Cohen.

bruno_1807

Uma comissão do Ministério da Cultura concluiu que "Bruno" inclui "a exibição artisticamente injustificada de órgãos e relações sexuais, actos homossexuais de forma flagrantemente explícita, linguajar chulo, sadismo e comportamentos antissociais que podem prejudicar a educação moral de nossos cidadãos".

Anúncios
Ucrânia proibiu “Bruno”