Capuchino perdeu! Aliás, perderia sempre

s01_19641119

AP Photo/Daniel Ochoa de Olza

À direita está Capuchino. À esquerda, “El Fandi”. Este é mais um episódio da luta entre homem e touro. Uma luta sempre desigual, em desfavor do touro, claro. Mesmo que este se apresente de forma valente na arena, o destino é sempre o mesmo: a morte. Seja na praça ou no matadouro.

Este ano Capuchino foi notícia. O touro matou, com os cornos, Daniel Jimeno Romero, uma das pessoas que decidiu colocar à prova a sua “virilidade” correndo à frente dos animais nas festas de San Firmin, em Pamplona, Espanha

Dizem-me que se não fossem as touradas, os touros já estariam extintos, porque ninguém os iria criar. E andarem à solta, nem pensar. Não sei se é ou não verdade.

Não gosto de touradas. Acho que é um espectáculo degradante. Apesar de um dos contendores ter, por norma, mais de 500 quilos, a luta não é igual. O touro já vai ferido e dopado para dentro da arena. Não há ali nada de justo. Em comparação com as lutas de gladiadores dos romanos, mesmo que não totalmente equilibradas, eram-no mais que aquilo que se passa nas praças de touros de Portugal, Espanha e outros países.

Este ano Capuchino foi notícia. O touro matou, com os cornos, Daniel Jimeno Romero, uma das pessoas que decidiu colocar à prova a sua “virilidade” correndo à frente dos animais nas festas de San Firmin, em Pamplona, Espanha.

Capuchino não gozou muito a sua triste fama. Foi morto na arena por El Fandi alguns minutos depois desta fantástica imagem ter sido tirada. Ali já não há qualquer duelo. Capuchino está derrotado e nada pode fazer para contrariar El Fandi, que parece estudar com a mão o local onde irá espetar a espada. El Fandi foi levado em ombros por ter assassinado um touro na arena. Capuchino não sei para onde foi.

Em San Firmin ficaram feridas centenas de pessoas ao longo dos dias da “festa”. Um morreu.

Dizem que é uma tradição. Consta que o canibalismo também era tradição há muitos anos atrás.

s18_19606695

REUTERS/Eloy Alonso

Nota: Sim, como carne. Não, não gosto de touradas. Até poderia achar interessante se fosse justa, cada um com as suas armas. Isto é, o touro com os cornos e o toureiro com as mãos.

Anúncios
Capuchino perdeu! Aliás, perderia sempre