Mudar algo para que tudo fique na mesma

Até posso estar enganado e as medidas a aplicar surtam mais efeitos do que aqueles que, à primeira vista, parecem prometer. Mas os resultados da cimeira de Londres soam a falso. Uma espécie de uma mão cheia de nada e outra de coisa nenhuma.

As declarações cautelosas do final e os sinais que surgiram nos últimos dias e ao longo desta quinta-feira mostram um encontro repleto de compromissos e pactos de não agressão.

Como os diversos protagonistas estavam longe de obter consensos, como ninguém queria assumir derrotas, como era necessário apresentar qualquer coisa ao mundo, aprovaram-se algumas medidas que ficam pela rama.

Os mercados financeiros, os sistemas bancários e os métodos de gestão das grandes empresas têm de sofrer reformas mais profundas, que ficaram para outras núpcias. Falta saber quem serão os noivos.

Anúncios
Mudar algo para que tudo fique na mesma