Porque é que Portugal aceita prisioneiros de Guantanamo?

A revista norte-americana Time pergunta-se porque é que Portugal está disponível para acolher prisioneiros de Guantanamo.

Num artigo de hoje, publicado no site da revista, os jornalistas dizem que diversos países da União Europeia, que defenderam o fecho da prisão ‘especial’ de Guantanamo, no mandato Bush, hesitam em receber os prisioneiros não acusados que por lá estão encarcerados e que Portugal foi o primeiro a dizer que estava disponível.

A revista adianta que esta abertura estará relacionada com o facto de muitos dos dirigentes políticos nacionais terem sido vítimas de tortura no período da ditadura. Será por isto?

No trabalho são citados, entre outros, o advogado Teixeira da Mota, activista dos direitos humanos, a eurodeputada Ana Gomes, e o ex-presidente Mário Soares.

Anúncios
Porque é que Portugal aceita prisioneiros de Guantanamo?