Obama segurou o Blackberry

Obama e o Blackberry

Apesar de todas as ameaças que pendiam sobre o seu telefone preferido, o presidente dos EUA conseguiu manter intacto (ou quase) o seu poder sobre o Blackberry pessoal. O aparelho que o acompanhou ao longo dos últimos anos vai poder continuar fiel ao dono.

Afinal, a América ainda é a “land of the freedom” (ou quase). Bom, haverá sempre algumas restrições ao uso do aparelho, que acabou artilhado com sistemas de segurança mais rigorosos, conta a The Atlantic.

“Yes, i can” terá gritado Obama (esta parte é a minha imaginação a funcionar).

Anúncios
Obama segurou o Blackberry